Banqueta Danielle

Design de Produto

_Revitalização de móveis: do velho ao novo!

Quem nunca teve vontade de fazer uma revitalização nos móveis antigos que estão guardados em casa? Ou então dar uma cara nova para os apetrechos que já não combinam com mais nada? Certamente, em algum momento isso já passou pela sua cabeça. Na Dica do Lima de hoje, você vai descobrir como transformar móveis e objetos da sua casa gastando pouco. Está preparado para descobrir técnicas simples e eficazes? Então vamos lá! Pegue as ferramentas e mãos à obra!

O poder da revitalização: uma nova estética

A revitalização de móveis tem crescido muito, e muita gente ao invés de adquirir um mobiliário novo, tem dado uma cara nova aos objetos que já possui. A revitalização é dar aquele tapa mesmo, ou seja, tudo pode ser feito em casa. Revitalizar nada mais é que pintar, lixar, trocar estofados, envernizar móveis de madeira, entre muitos outros artifícios. Você não precisa dar um fim em seu móvel. Renove as forças daquela cadeira velhinha que tem da sua avó e deixe-a com a cara da contemporaneidade.

A criatividade será sua aliada nesse momento. Portanto, se você não se acha nem um pouco criativo, vai aí uma dica bem legal: que tal fazer um moodboard de inspirações? Esse processo consiste em organizar suas ideias de forma visual.

Ele pode ser feito virtualmente, através de recursos gráficos, ou então você pode botar a mão na massa e produzir aí mesmo na sua mesa de estudos! Nele você pode colocar as cores que você gostaria de usar, um pedaço do tecido, madeira, materiais desejados para o mobiliário ou fotos de móveis parecidos. Depois disso é só juntar tudo o que está te inspirando com aquilo que você tem em mãos para a revitalização desse móvel. Dessa forma, fica mais claro visualizar a mudança e programar as etapas de execução.

Os materiais importam!

Sobretudo escolher os materiais certos também é muito importante para não danificar o mobiliário. Ou seja, pesquisar qual utilidade cada material possui, evita um retrabalho. Consequentemente, sendo muito mais simples do que você pensa, um mobiliário revitalizado por você mesmo é ótimo. Além de gerar uma mudança estética, você também passará seu tempo fazendo algo novo e criativo. Do it yourself!

E você acha que não iríamos fazer a revitalização de um mobiliário? Colocamos a mão na massa e demos assas a nossa imaginação. Primeiramente, pegamos uma banqueta que já estava meio velhinha e sem graça. Uma banqueta com tampo plástico e pés de metal, aquela simples e sem vida.

A revitalização aconteceu da seguinte maneira: primeiramente retirou-se o tampo. Depois, lixamos as pernas para tirar os excessos do material anterior. Passada essa fase, pintamos as pernas com uma tinta spray rosê — um modelo fácil de encontrar. Além disso, não é caro e existe em diversas cores. Pode-se encontrar no mercado variedades metalizadas, em dourado e prata. Você encontra em lojas de tintas e papelarias.

Em seguida, depois de modificar as pernas da banqueta, o tampo foi próximo a ser modificado. Optamos por fazer a substituição por um pedaço de madeira cortado em hexagonal, renovando sua aparência.

Remontada, ela se tornou um mobiliário novinho em folha. Dessa forma, criamos a “Banqueta Danielle”.  Nome em homenagem a uma de nossas parceiras de equipe aqui do Lima.

Acima de tudo, fazer a revitalização de mobiliários já existentes é uma forma de ajudar também o ambiente em que vivemos. Além disso, é um móvel a menos sendo jogado no lixo e uma economia no bolso. 

_Banqueta Danielle

Agora é a sua vez de colocar a mão na massa e fazer o seu! Let’s do it!

Gostou? Deixe um comentário:

avatar